Dica, Quantum

Malware no Android: entenda o que é e como se prevenir

Malware no Android: entenda o que é e como se prevenir

Quem acompanha as notícias em sites de tecnologia provavelmente já ouviu falar em malware: o termo composto pela fusão das palavras malicious (malicioso) e software denota software projetado “para o mal”, ou seja, criado por criminosos para infectar um computador, causando prejuízo para a vítima e, de alguma forma, lucro para seu autor.

Originalmente uma exclusividade dos PCs, o número de malware projetado para infectar dispositivos móveis como tablets e smartphones, especialmente aqueles baseados no sistema operacional Android, cresce a cada dia e são frequentes as notícias sobre ameças cada vez mais sofisticadas. Algo compreensível se considerarmos que a imensa quantidade de informações, de logins de redes sociais a dados bancários, armazenadas em nossos aparelhos é um prato cheio para os malfeitores.

Mas não há motivo para se preocupar muito: bastam alguns cuidados básicos para ficar protegido. Continue lendo e descubra como se proteger do malware no Android.

O que é malware?

Como explicamos anteriormente, malware é um termo geral para qualquer software malicioso. Entre o público qualquer software nesta categoria é comumente chamado de “vírus”, mas há várias “subcategorias”: Spyware, por exemplo, espiona os dados e hábitos dos usuários em busca de informações que possam ser usadas para cometer outros crimes, como credenciais de redes sociais ou dados bancários. Adware irá inundar as vítimas com propaganda, seja durante a navegação na web ou dentro de outros apps. Ransomware é uma categoria nova, que “bloqueia” um aparelho e sequestra as informações até que um resgate, com valor definido pelo malfeitor, seja pago. E por aí vai.

Malware no Android: Um típico anúncio criado para assustar o usuário e incentivá-lo a instalar malware.
Um típico anúncio criado para assustar o usuário e incentivá-lo a instalar malware.

Malware entra em um smartphone da mesma forma que entra num PC: através de links enviados via spam, de carona em apps piratas ou entregue por anúncios que prometem “acelerar o PC”, “remover vírus” ou coisa parecida, exibidos em sites infectados. Felizmente é fácil se proteger.

Como se proteger do malware no Android?

Há quatro medidas, simples, rápidas e gratuitas, que você pode tomar para se proteger do malware no Android:

Não permita apps de fontes desconhecidas: O Android tem um recurso de segurança habilitado por padrão em todos os aparelhos que só permite que apps vindos de fontes conhecidas (Google Play) e assinados digitalmente pela Google sejam instalados. Entretanto, o usuário pode desabilitar esta ferramenta (em Configurar/Segurança) se desejar, e instalar manualmente apps distribuídos como arquivos com a extensão .APK.

Mas a não ser que você seja um desenvolvedor e precise testar apps antes de enviá-los para o Google Play, quase não há motivos para fazer isso. Arquivos .APK avulsos são a principal porta de entrada para malware no Android. Evite-os, e evite também qualquer app ou procedimento que recomende habilitar a instalação a partir de fontes desconhecidas, a não ser que tenha certeza absoluta do que está fazendo.

Não abra links suspeitos: Se você receber uma mensagem com um link não solicitado, especialmente se ela tiver sido enviada por alguém que você não conhece, não abra o link. Não acredite em sorteios de carros, de programas de TV e loterias que aparecem “do nada” sem que você sequer tenha participado.

Não instale apps piratas: Mais do que uma questão moral, a pirataria é um problema de segurança. É bastante comum um malfeitor modificar um app popular injetando código malicioso que irá abrir brechas para uma futura invasão ou instalar malware em um aparelho.

Malware no Android: golpe enviado por mensagem
Não acredite em mensagens como esta, são um golpe!

Não acredite em tudo o que lê: Mensagens dizendo que “30 ameaças foram detectadas” em seu aparelho, ou que “seu smartphone está LENTO!!” são golpes de malware no Android. Quase sempre elas também oferecem uma solução rápida para o problema: basta um clique para baixar a “cura”, que na verdade é o começo dos problemas. O melhor a fazer neste momento é fechar o site ou app que mostrou a mensagem. É uma tática chamada Scareware, as mensagens servem para assustar a vítima (você) e incentivá-la a instalar malware.

Preciso de um “anti-vírus” no Android?

Seguindo as dicas acima seu smartphone já deve estar bem protegido contra malware no Android, portanto um anti-vírus não é estritamente necessário. Mas se quiser usar um, tudo bem. Além da proteção contra malware muitos deles oferecem recursos extras como backup de dados, localização de aparelhos perdidos ou ferramentas que eliminam arquivos não usados da memória. Todos podem ser úteis de acordo com o uso que você faz do aparelho.

Caso opte por uma solução anti-vírus para se proteger do malware no Android, nossa sugestão é optar por apps desenvolvidos por empresas que tem tradição na área como a Avast, Kaspersky ou Symantec (todas conhecidas por suas soluções para PCs), ou então que tenham renome entre os dispositivos móveis, como a Lookout Security. Em caso de dúvidas, sugerimos uma consulta ao ranking mensal da AV-Test.org, organização independente que regularmente testa várias soluções e as agrupa de acordo com sua eficiência. Na página do ranking, clique na coluna Protection para ordenar a lista por eficiência, e em um item para saber mais detalhes sobre seu funcionamento.

6 Comments

  1. Instalar um app de navegador que tenha suporte a adblock também ajuda a resolver o problema, sem necessariamente precisar baixar um app de antivírus, que creio que não tenha ainda de fato proteção, não sendo essencial como no PC, somente ocupando espaço na memória interna do celular e consumindo bateria por estar rodando sempre em 2º plano. Mas de fato as dicas são muito úteis.

      1. Quanto ao navegador, testei vários, mas o que mais me agrada já tem um tempo é o UC Browser, navegação fluida, prático, dá várias opções de personalização, e o sistema de download é muito bom, baixa tudo muito rápido. Acho que uma matéria de recomendação de alguns aplicativos úteis no dia a dia seria legal. Claro que tem uma infinidade de aplicativos, mas tem alguns que são mais populares e que creio que pode ajudar a todos. Exemplo: Spotify para música; Netflix para Filmes; VLC para reprodutor de vídeos de quase todos os formatos; Clean Master para fazer limpeza do celular; WPS Office para leitura de arquivos em PDF e do Office; Muambator para pessoas que compram muito online e desejam acompanhar suas encomendas nos correios; Evernote para salvar suas anotações na nuvem, podendo acessar suas anotações de vários celulares e no computador; AcDisplay que ajuda a visualizar notificações com a tela desligada sem precisar abrir mão da senha de acesso ao celular; Wake On Gesture que dá mais opções de ligar/desligar a tela do telefone, como dar dois toques na tela ou movimentar o dedo em frente ao sensor de movimento; QuickPic que é uma excelente galeria de fotos, que dá opção de salvar as fotos na nuvem pelo próprio aplicativo, pelo Dropbox ou pelo Google Drive; Dropbox para salvar arquivos online; HERE para GPS; App Lock para colocar senha nos aplicativos; Timely para relógio/despertador; Fora aqueles aplicativos que se tornam meio que essenciais para acompanhar a vida dos amigos ou conversar: Facebook, Facebook Messenger, Whatsapp, Telegram, Instagram, Snapchat, Skype… Coisas desse tipo sabe? Porque muitas pessoas que compram o celular não sabem o potencial que o Android tem a oferecer na quantidade de aplicativos. Sei que já existem algumas matérias parecidas no blog, mas nunca é demais, dicas de configurações tb são sempre bem vindas 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Blog Meu Quantum tem como objetivo dar aos leitores informações que os ajudem a tirar o máximo de seus smartphones, e não é um espaço de suporte técnico ou atendimento ao cliente. Para reparos, dúvidas sobre o funcionamento de seu smartphone Quantum ou acompanhamento de pedidos, entre em contato com nossa equipe de atendimento. Comentários não relacionados aos temas dos artigos serão excluídos.