Dica, Quantum

Defina um bloqueio de tela e impeça o acesso indevido ao seu Quantum GO

Se você é como eu, tem boa parte da sua “vida digital” no smartphone. Além das contas de e-mail (muitas vezes várias), há as redes sociais (Facebook, Twitter, Instagram), mensageiros (WhatsApp, Google Talk), o app do banco, seu login no Google (provavelmente atrelado a vários outros serviços), além de fotos da família e talvez até documentos do trabalho.

Agora imagine que você perdeu seu Quantum GO e uma pessoa mal-intencionada o encontrou e resolveu tirar proveito desta situação. Se o aparelho não tiver nenhum tipo de bloqueio de tela ou senha ativado, esta pessoa terá acesso total às suas informações. Ficar sem o smartphone ou ver alguém se passar por você no Facebook é o menor dos problemas que você pode ter: com pouquíssimo esforço um malfeitor pode conseguir informações suficientes para traçar seu “perfil” pessoal e causar até mesmo prejuízo financeiro, fazendo compras ou tomando empréstimos em seu nome.

Por isso fico chocado quando percebo que muitas pessoas não usam nenhum meio para proteger seus aparelhos contra acesso não autorizado, ainda mais se considerarmos que é muito fácil definir um. E se você não gosta de senhas, há outros métodos igualmente eficazes que podem ajudar a proteger suas informações no seu Quantum GO.

Se você é um destes “desprotegidos”, faça um grande favor a si mesmo: siga estas dicas e ative algum tipo de bloqueio de tela no acesso ao seu Quantum GO. Você não sairia de casa sem trancar a porta, então não faça o mesmo com o smartphone. Além da segurança, há um outro bom motivo: um bloqueio é importante para garantir a eficiência de sistemas de localização como o Find My Quantum, que descrevemos neste outro artigo.

Convencido? Então vamos lá! Clique em Configurar / Segurança. Toque no primeiro item da tela, chamado Bloqueio de tela. Você verá um menu com seis opções, veja abaixo como cada uma delas funciona.

Nenhuma e Deslizar

As duas primeiras opções são inúteis para o que queremos. Nenhuma é exatamente o que o nome diz, nenhum tipo de autenticação. Quando você ligar a tela, o smartphone irá direto para a tela inicial. Segurança zero. Deslizar é igualmente ineficiente: ao ligar a tela você verá uma tela com data e hora, além de notificações pendentes, mas basta deslizar o dedo para cima para ir diretamente à tela inicial. Novamente, nenhuma segurança.

Desbloqueio de voz

Este método usa reconhecimento de voz para liberar o acesso ao smartphone. Você precisará escolher uma “senha” com 2 a 6 sílabas e repetí-la de 3 a 6 vezes para treinar o aparelho. Além disso, precisará definir um padrão ou um PIN (veja abaixo) como “backup” caso sua voz não seja reconhecida. Faça isso em um ambiente silencioso, para não atrapalhar a detecção da sua voz.

No desbloqueio de voz, além de uma uma palavra ou frase chave você precisará definir um método de autenticação secundário.
No Desbloqueio de voz, além de uma uma palavra ou frase chave você precisará definir um método de autenticação secundário.

O Desbloqueio de voz leva em consideração a palavra ou frase que você escolheu, bem como o timbre e entonação da voz. Ou seja, mesmo que alguém ouça você dizendo a senha, não conseguirá acesso ao seu Quantum GO simplesmente repetindo ela. O ponto negativo deste método é que se você estiver em um local barulhento provavelmente o reconhecimento irá falhar. Daí a necessidade de um backup.

Se você estiver em um local barulhento, são grandes as chances do Desbloqueio de voz não funcionar.
Se você estiver em um local barulhento, são grandes as chances do Desbloqueio de voz não funcionar.

Este é um método curioso, mas que não tem muita utilidade na prática. Um padrão, PIN ou senha é algo mais útil no dia-a-dia.

Padrão

É o desbloqueio com “desenho”. A tela mostra uma grade de 3 x 3 pontos, e você precisa desenhar uma linha (o “padrão”) ligando ao menos 4 deles. Se o padrão for aceito, clique em Continuar, desenhe novamente o padrão e clique em Confirmar.

O padrão da esquerda só liga três pontos, portanto é inválido. O da direita é longo o suficiente, e pode ser usado.
O padrão da esquerda só liga três pontos, portanto é inválido. O da direita é longo o suficiente, e pode ser usado.

O desbloqueio por padrão é prático, mas tem um ponto fraco: já notou que a tela do seu smartphone acumula marcas de dedo depois de uma sessão de uso? Pois é possível que um malfeitor mais determinado adivinhe o seu padrão observando contra a luz o “rastro” deixado pelos dedos na tela. É improvável que isso aconteça no dia-a-dia, mas é bom estar ciente.

PIN

A opção PIN é um desbloqueio com senha numérica, como a senha do seu banco. Quem já usou um iPhone provavelmente conhece este método de autenticação. O PIN deve ter no mínimo quatro dígitos, e no máximo 17, se você conseguir se lembrar de tudo isso. Especialistas em segurança recomendam seis dígitos, um tamanho fácil de lembrar, porém mais difícil de adivinhar. E nunca use o tipo de combinação que um idiota usaria em sua bagagem!

Senha

Senha é uma combinação alfanumérica, ou seja, letras e números. Novamente, ela deve ter entre 4 e 17 caracteres. Evite palavras presentes no dicionário e em vez disso use combinações de letras, números e símbolos. Algo como 7yM%eBTW é muito mais difícil de adivinhar que rapadura, mas em contrapartida também é mais difícil de lembrar.

Desbloqueio com PIN (à esquerda) e com senha (à direita)
Desbloqueio com PIN (à esquerda) e com senha (à direita)

Ocultando notificações

Depois de definir um dos métodos de bloqueio de tela acima você pode definir o comportamento das notificações na tela de bloqueio. Mostrar mostra o conteúdo delas (por exemplo, um trecho de uma mensagem recebida). Ocultar o conteúdo confidencial de notificações avisa que há uma mensagem, mas não mostra o conteúdo dela. E Não mostrar notificações omite elas completamente. Escolha o que mais lhe agrada, clique em Concluído e pronto.

Escolha como as notificações irão aparecer na tela de bloqueio
Escolha como as notificações irão aparecer na tela de bloqueio

Escolhendo uma senha forte

Escolher uma senha não é uma tarefa fácil. Temos uma tendência quase instintiva de escolher algo “fácil de lembrar” que invariavelmente acaba sendo também péssimo do ponto de vista de segurança. Não é à toa que tantas pessoas ainda usam combinações que constam na lista de piores senhas do mundo.

Uma dica para construir uma boa senha é partir de uma frase que você não possa esquecer e usar pedaços dela. Se você é palmeirense desde que nasceu, a frase poderia ser “Eu sou fã do Palmeiras desde 1978“. Ela é longa demais para a tela de bloqueio, então encurte usando os primeiros caracteres, por exemplo EsfdPd1978. Pronto! temos uma combinação com 10 caracteres, incluindo maiúsculas, minúsculas e números que é forte (87% ou “Muito Forte” no www.passwordmeter.com) e difícil de adivinhar. E se você adicionar um símbolo, por exemplo um # antes dos números (EsfdPd#1978), deixa ela mais forte ainda.

Controlando o tempo de bloqueio

É possível definir o intervalo de tempo entre a tela ser desligada e o sistema ativar o bloqueio. Para isso vá em Configurar / Segurança / Bloquear automaticamente. As opções de intervalo vão de Imediatamente até 30 minutos, particularmente uso sempre o bloqueio imediato. De nada adianta ter um bloqueio de tela se ele só entra em ação após 30 minutos, em caso de descuido muita coisa pode acontecer neste período.

Na mesma tela, deixe ativa a opção Botão liga/desliga bloqueia. Assim, seu smartphone será bloqueado sempre que você pressionar o botão, evitando que você esqueça ele “aberto” em algum lugar.

Já ouvi pessoas dizerem que colocar uma senha no smartphone é “exagero”, mas é nada mais que bom senso. Como dizia vovó, “cautela e canja de galinha não fazem mal a ninguém”. Proteja seu Quantum GO com o método que mais lhe agrada e fique tranquilo.

16 Comments

    1. Emerson, não temos assistência técnica na Paraíba. Nesse caso, se precisar de reparos será necessário enviar o aparelho até nós pelo Correio. Dentro do período de 1 ano de garantia o frete é por nossa conta.

  1. Alterei a minha senha no ultimo dia 24 e por algum motivo não consigo lembrar, não posso fazer o hard reset porque os dados internos não tenho backup, existe alguma forma de redefinir a senha do aparelho pela minha conta de e-mail e senha cadastrada “a do e-mail eu lembro”? ou existe outro procedimento que possa fazer?

    Também já enviei o e-mail para o suporte e estou no aguardo.

  2. Existe como evitar que os dados móveis sejam desligados com o Quantum Go bloqueado? Isso porque, se não houver como, não teríamos eficácia na ferramenta de localização do smartphone em caso de roubo/furo.

  3. Esqueci meu Padrão e o QuantumGO é o único celular que vi na vida que não tem como recuperar o Padrão pois não mostra a opção Esqueci meu Padrão onde normalmente vocÊ insere seus dados do Gmail e libera o celular.

  4. Infelizmente de nada adianta isso hoje em dia, deveria ter como bloquear o hard reset. Pois assim que o celular é roubado a pessoa desliga o aparelho e resetar as configurações de fabrica.

    1. Vinícius, se um ladrão forçar um “Hard Reset” vai esbarrar em outro recurso de segurança, o Android Device Protection, e não vai conseguir usar o aparelho a não ser que saiba o endereço de e-mail e senha da conta Google originalmente configurada no aparelho. Este artigo explica como funciona.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *