Dica, Quantum

Animal Crossing: Pocket Camp traz diversão para todos

Mais de 16 anos atrás, muito antes de “Farmville”, a Nintendo lançou Animal Crossing, um “simulador social” que conquistou uma legião de fãs com sua jogabilidade casual, cenários idílicos e personagens carismáticos. Depois de várias sequências em sucessivas gerações dos consoles da empresa, a série chega aos smartphones em uma versão um tanto simplificada, mas ainda assim cheia de charme chamada Animal Crossing: Pocket Camp. Vamos conhecer?

Animal Crossing: Pocket Camp coloca um acampamento no seu bolso

Animal Crossing: Pocket Camp é gratuito no Google Play e traz controles e mecânicas de jogo adaptadas para os smartphones. O jogo tem algumas características de jogos “freemium” como timers e uma moeda (Leaf Tickets) usada para acelerar algumas ações, mas estes elementos são bem dosados e em nenhum momento o jogador se vê forçado a gastar dinheiro real em tickets para progredir.

A história é bem simples: sua personagem (que pode ser um menino ou menina, com várias opções de aparência, vestimenta e acessórios) recebe a missão de gerenciar um camping frequentado por uma variedade de animais falantes. O objetivo é atrair visitantes e mantê-los felizes.

animal crossing
Interagir com as personagens e atender a seus pedidos é o principal objetivo em Animal Crossing: Pocket Camp.

Para isso, você irá atender a pedidos deles como “capturar 5 borboletas monarca” ou “juntar 10 conchas e 2 lulas”. Em troca receberá materiais (pedra, metal, papel, vidro e essências de tipos variados) que podem ser usados para construir mobília, roupas ou itens para personalizar seu acampamento, o que irá atrair mais visitantes. Cada visitante tem uma personalidade e necessidades próprias. E à medida em que você conversa com eles vai aumentando o nível de “amizade”, o que pode gerar mais recompensas.

A jogabilidade é totalmente casual, sem fases ou inimigos. Não é possível “morrer” ou falhar em uma tarefa, e você pode jogar como quiser, seja por 5 minutos na fila do restaurante ou por 2 horas no fim do dia.

Todas as ações são realizadas com simples toques na tela, sem a necessidade de aprender gestos ou usar botões virtuais. Quer se mover? Toque no local para onde quer ir. Precisa sacudir uma árvore para pegar frutas? Toque nela. Quer capturar um inseto ou pescar um peixe? Toque nele. Conversar com um visitante? É só tocar.

Belos cenários, mas interação limitada

Animal Crossing: Pocket Camp se passa em um “mundo” menor do que nas versões para consoles, mas nem por isso menos charmoso. Os gráficos são coloridos e a música relaxante. O cenário é dividido em 8 pequenas áreas, cada uma com um tema ou característica própria.

animal crossing
Animal Crossing: Pocket Camp tem 8 áreas, cada uma com um tema específico.

Por exemplo, Breezy Hollow é o local ideal para coletar frutas e Sunburst Island é o “point” para capturar insetos. Na praia de Saltwater Shores você irá encontrar lulas, conchas e corais. Quem quiser comprar novos itens podem visitar o Market, e para personalizar seu veículo os jogadores visitam a OK Motors.

Em cada cenário você irá encontrar, além dos animais já mencionados, outras personagens controladas por jogadores reais. Infelizmente a interação com eles é bastante limitada. Tudo o que você pode fazer é visitar seus acampamentos, elogiar (Send Kudos) ou ver que itens eles colocaram à venda em suas caixas de mercado (Market Box). Não é possível deixar mensagens ou interagir de formas mais complexas.

animal crossing
Seu acampamento e seu veículo podem ser personalizados. Mobília e itens são construídos com os materiais que você ganha das personagens.

Talvez isso seja a forma que a Nintendo encontrou para prevenir “Bullying” entre jogadores, ou que os mais novos sejam expostos a situações ou conteúdo inapropriado, mas de qualquer modo é menos do que o possível em versões do jogo para consoles.

Diversão para todas as idades

Com jogabilidade simples e uma apresentação cheia de charme, Animal Crossing: Pocket Camp é diversão para todas as idades. As crianças adoram os gráficos coloridos e personagens e situações divertidas. E os adultos podem passar horas perseguindo os vários objetivos em busca de recompensas. O único ponto negativo é que o jogo (ainda) não está em português. Ainda assim, é recomendado!.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O Blog Meu Quantum tem como objetivo dar aos leitores informações que os ajudem a tirar o máximo de seus smartphones, e não é um espaço de suporte técnico ou atendimento ao cliente. Para reparos, dúvidas sobre o funcionamento de seu smartphone Quantum ou acompanhamento de pedidos, entre em contato com nossa equipe de atendimento. Comentários não relacionados aos temas dos artigos serão excluídos.